Prefeitura Municipal de Ipatinga

Painel do site
Você sabia? Ipatinga conta com um dos maiores índices de área verde por habitante do Brasil.
Imprimir Email

Saúde

Ipatinga realiza novo LIRAa e intensifica as ações contra arboviroses

por SECOM/PMI

10/10/2017 15:48

Queda de casos de dengue e zika

Agente de Combate a Endemias vistoria residência na busca por focos do Aedes

Profissionais da Secretaria de Saúde de Ipatinga se preparam para dar início, no próximo dia 16, ao terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa). Serão vistoriados pelos Agentes de Combate a Endemias (ACE’s) 3.450 imóveis nas oito regionais do município. O objetivo é identificar os bairros com maior índice de infestação larvária, os tipos de criadouros predominantes nas residências e os vetores que transmitem as arboviroses na cidade. Após a conclusão do LIRAa, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde traçarão novas ações para o combate ao mosquito. 

Segundo dados do Departamento de Vigilância em Saúde, o município registra 1.241 casos notificados de Dengue até agosto deste ano. No mesmo período, são 848 de Chikungunya, 52 de Zika e 15 notificações de Febre Amarela, com um óbito em investigação de Dengue. 

Diante do estado de alerta do município, em virtude da proximidade do período chuvoso e do número de casos das doenças, técnicos do Departamento de Vigilância em Saúde prosseguem desenvolvendo ações educativas de conscientização e prevenção às arboviroses na cidade.

crianças arboviroses

Alunos da rede municipal participam de atividades práticas e recreativas sobre arboviroses

Nas escolas municipais, mais de 3.000 crianças de 7 a 10 anos já participaram de atividades práticas de educação em saúde, aprendendo a realizar busca de possíveis focos do inseto transmissor da doença nas residências. A meta da Secretaria é continuar promovendo a visita nas unidades escolares do município, se preparando ainda para ações com alunos de escolas particulares e estaduais. 

De acordo com o gerente de Centro de Controle de Zoonoses, Fernando Anacleto, “no período de chuvas, a proliferação do mosquito é muito rápida. É importante que haja a participação de toda a população, promovendo a limpeza de possíveis criadouros do mosquito dentro dos imóveis. No último LIRAa, os focos nas residências foram encontrados, na grande maioria, dentro de vasos, pratos e frascos com plantas, em reservatórios ao solo, ralos que acumulam água parada e lixo em lotes vagos. Nós precisamos que a população ajude o poder público a combater os vetores, separando pelo menos dez minutos diários para eliminar os focos potenciais de água parada”, enfatizou.

O último Levantamento, realizado no mês de março, revelou que 33,5% dos criadouros predominantes do mosquito, no município, se encontram em pratos de plantas e bebedouros. O LIRAa apontou ainda o índice geral de 1,9% de infestação, um aumento de 0,4% em comparação com o primeiro LIRAa, realizado em janeiro. O tolerável pelo Ministério da Saúde é de 1%.
 



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página
    • Portal F�cil
    • 2016 | Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Ipatinga - CNPJ 19.876.424/0001-42 Avenida Maria Jorge Selim de Sales, 100 Centro - Telefone: (031) 3829-8000 CEP 35160-011 Ipatinga - Minas Gerais
    • Desenvolvido por Actcon.net